Sarada sempre!

Sarada sempre!

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Miguel Oliveira






Eu vou dar aqui um depoimento de como eu me transformei nessa viciada obssessiva apaixonada

por musculação, músculos, matabolismo, anatomia, esporte, atividades físicas, boa forma, etc, rsrs


Primeiro eu quis emagrecer, quando consegui, eu quis ganhar músculos, quando eu ganhei massa, eu quis definir, agora eu quero aperfeiçoar e para tanto, venho buscando informações através de revistas, livros, profissionais, atletas, etc



O interessante é que cada vez mais eu vou ficando seletiva em minhas escolhas. Antes eu me interessava por revistas como "Dieta Já", "Boa forma", depois passei a ler "Treino", "JM", e atualmente tenho lido livros mesmo, que falam de treino, musculação, dieta e suplementação corretas para a amnutenção de um corpo perfeito.


Meus amigos ou me têm como referência, me pedem dicas, me elogiam, ou são referência no esporte, são profissionais e atletas, para quem eu peço dicas e informaçãoes de treino e dieta.




Um desses amigos é o Miguel Oliveira, nono homem mais forte do mundo, fisiculturista campeão mundial, já competiu para o Mr Olímpia e é uma das maiores referências do esporte no mundo. Ele é baiano, mora em Salvador, tem 42 dois anos e começou no esporte a partir dos 21 anos de idade.


Quem olha para ele hoje, não imagina que ele já pesou 66 kilos para 1,80m de altura. Hoje ele pesa 140 kgs! A coxa dele tem quase 80 cm de diâmetro e os bíceps tem mais de 50 cm.




A história dele que é muito interessante, cheia de lutas, vitórias e conquistas, sempre mostrando o grande exemplo de amor e dedicação ao esporte. Ele assistiu o filme Conan, o bárbaro, com Arnold Schwarzenegger, e ficou dislumbrado com a definição do ator australiano. Desde então, passou a buscar informações que o levassem a alcançar seu objetivo de crescer. Ele já trabalhou como pintor, guarda-costas, garçom, segurança e personal trainer. O empenho foi tão grande, que ele foi além do seu objetivo inicial. No início teve apoio de seu treinador, Antônio José de

Almeida, que o ensinou a comer bem, treinar pesado e fazer as poses de culturismo.


Para ir mais longe em seu sonho, Miguel se desfez de tudo o que tinha no Brasil, e se mudou para os EUA com a cara e acoragem. Lá, ele frequentava uma cademia, onde treinava arduamente todos os dias. Os treinos e a rotina de alimentação eram tão pesados que quando ele chegava na porta da academia, sentia náuseas. Certa vez, um frequentador da academia lhe perguntou se ele ía para lá por vontade própria, ele disse que sim, então o rapaz lhe disse que ele tinha que aguentar, afinal era da vontade dele mesmo!!


Miguel dividia o apartamento com uma amiga e quando percebeu que seus suplementos já estavam acabando, se desesperou e disse para a amiga que ele tería de voltar para o Brasil, pois não podia mais se sustentar. Ela disse que ele não se preocupasse, pois tinha uma boa solução. Apresentou Miguel para seu patrocinador americano, que ao bater os olhos naquele negrão, não

titubeou em pedir-lhe que tirasse a roupa para mostrar os músculos, nem se importou quando Miguel disse que estava de cueca. Brian Dobson, proprietário da academia Metroflex Gym em Arlington. A amizade se expressou desde o primeiro momento, e por onde andavam, o Brian pedia que o Miguel tirasse a camisa, subisse na mesa, e fizesse uma apresentação de fisiculturismo. As pessoas enlouqueciam, enquanto Brian repetia " This is my boy, this is my boy". Esse mesmo Brian foi quem convenceu Ronnie Colleman a ser fisiculturista.


Para Miguel, ter ído morar nos EUA foi a decisão mais acertada, uma vez que ele se profissionalizou e teve ascesso à uma rotina de treinos e suplementação adequados para um atleta de sua categoria.


Nos EUA, Miguel teve uma vida de glamour, carros importados, restaurantes caros, roupas de grife e todo luxo que pudia usufruir, mas segundo ele,

quis voltar para Salvador para curtir o carnaval.




De qualquer forma, Miguel diz que para ter o sucesso que ele teve em sua carreira de atleta, é

preciso mudar o estilo de vida e focar toda sua vida à esse novo estilo. Os verdadeiros campeões nem sempre irão vencer, mas certamente nunca irão desistir.


Quem olha para esse monte de músculos ambulante, não imagina que ele é uma "moça" de tão educado e gentil, educadíssima, ele fala inglês e esoanhol, e é formado em engenharia, desenha e desenvolve seus próprios aparelhos de musculação. Ele tem uma academia no bairro da Liberdade em Salvador, dentro do Shoping da liberdade, e é casado com uma espanhola nascida em Ibiza, na foto.




Aos fins de semana, ele chama a galera para treinar junto e meu marido (de branco, na foto) é amigo dele das antigas, junto com outro "montanha" (Guto, na foto de cinza), que fazem desse treino de fim de semana uma diversão, eu simplesmente adorei. Imagina a honra de ter meus treinos, instruídos pelo Miguel Oliveira? É maravilhoso, sem palavras.




Mas voltando a falar nesse grande atleta, tem um caso interessante que aconteceu com ele no carnaval de Salvador. O negrão estava no meio do povo, como quem não queria nada, usando uma botinha, bermuda e camiseta justa (como se alguma camiseta ficasse larga nele, rsrs), e do alto do trio elétrico, ele chamou a atenção de ninguém menos que Ivete Sangalo. Ela parou de cantar e exclamou: " Que P#$%!&RA é essa Negão??!" e convidou ele para subir no trio. Ele subiu, se apresentou, falou do esporte e deixou a Veveta de boca aberta.




Gente, vocês precisam ver esse homem comendo. Ele conta que já comeu 3 frangos inteiros. Tem um tipo de barra de proteína que uma só dá muito trabalho para comer de tão grande, ele disse que comia uma caixa dessas barrinhas no carro, no caminho da academia para casa, para se distraía, já que o percurso era um pouco longo.




Ele toma um potão de 3 kgs de whey protein por semana, e sua dieta é de no mínimo 3.000 calorias diárias.




Pois é meninas, esse é o Miguel Oliveira, pessoa simples e admirável, muito gente boa, um grande exemplo do esporte Brasileiro.




É o tipo de influência que eu uso para me inspirar em meu blog e dar a vocês o gostinho dessas oportunidades fantásticas que eu tenho, de conhecer tanta gente maravilhosa no meio esportivo.




Grande beijo, fiquem com Deus!




2 comentários:

NATÁLIA CASTRO disse...

Tenho o privilégio de ser sua amiga, que Deus te proteja sempre meu vencedor. Te amo amigo!!! Sucesso sempre, você merece.

Ian Thácio disse...

incrivel historia, grande inspiração para qm quer seguir a carreira de fisiculturista.

Seguidores